Social
21/11/2018
Aneel revoga autorização para implantar PCH Quebrada Funda

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu revogar a autorização para implantação e exploração da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Quebrada Funda, que seria construída no Rio das Antas, entre Bom Jesus e Jaquirana. O órgão regulador atendeu ao pedido da empresa responsável pelo projeto, a Hidrotérmica. A companhia solicitou a revogação alegando questões fundiárias e a dificuldade de obtenção do licenciamento ambiental para o 
empreendimento, as quais teriam elevado sobremaneira o custo do projeto, de modo a 
torná-lo inviável economicamente. A empresa sustenta que a alteração feita pela Fepam da 
destinação do uso do solo na área de influência direta da usina para reflorestamento elevou o 
custo de desapropriação. A Fepam emitiu portaria estabelecendo novas diretrizes para o 
licenciamento ambiental, exigindo a abertura de novo licenciamento. O empreendedor justificou 
que o curto prazo remanescente da autorização, associado ao aumento do custo de implantação, 
significaria a inviabilidade econômica do complexo. A PCH era projetada para uma capacidade de 16 MW (cerca de 0,4% da demanda média de energia do Rio Grande do Sul).

Jornal do Comércio, 21/11/2018